sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

O porta-voz de Satanás

Nelson Nisenbaum

AS FALAS DE PAULO GUEDES.

Paulo Guedes é o ventríloquo do inferno. Um alien da economia, um predador. É o Himmler do governo. Suas receitas ultraneoliberais imaginam que uma economia das dimensões da brasileira pode dar um "cavalo-de-pau" sem consequências desastrosas.

Esta história de "menos direitos, mais empregos" é um embuste, algo sem precedentes na nossa história. Toda a nossa história econômica desde Vargas tem a ver com direitos trabalhistas e progressos sociais. Uma coisa sempre esteve amarrada na outra. A agenda globalizadora e neocolonizadora quer introduzir no Brasil uma versão piorada das práticas chinesas e estadunidenses, como se a nossa economia tivesse algo a ver com a das duas outras potências antagônicas entre si e que tem suas próprias histórias e estrutura.

Ao pretender diminuir direitos e renda arma uma bomba relógio de múltiplas cabeças e tempos de detonação. Trata-se de um conjunto de medidas que apenas acelerará a queda livre da qualidade de vida, renda, qualificação profissional, mobilidade social e estabilidade da sociedade. Uma bola de neve. Uma bomba atômica na nossa economia interna, que assistirá uma queda no consumo interno e o desmantelamento ainda maior de nossas cadeias industriais, além de fortalecer oligopólios estrangeiros extrativistas.

Paulo Guedes é o Moro da economia.

Ou reagimos ou deixaremos aos nossos filhos e netos uma terra arrasada.

Um comentário: